• +(21) 99639-3362
  • contato@guilhermekroll.com

Canal Multishow

Chaves – Vamos ao Cinema? (Multishow)

Vamos ao Cinema? (no original En el Cine) é o primeiro episódio de 1979 de Chaves. Também é o primeiro episódio sem Carlos Villagrán no elenco.

Seu Madruga está muito preocupado, pois não encontra Chiquinha em lugar algum. Dona Clotilde aparece e, tentando consolar Seu Madruga, o deixa mais nervoso. Logo, chegam Chiquinha e Chaves dizendo que foram ao cinema levados por Dona Florinda, que conta que Quico está morando com sua madrinha rica para receber uma educação melhor. Dona Clotilde convida Seu Madruga e Chiquinha ao cinema. O mesmo faz o Professor Girafales com Dona Florinda. Senhor Barriga chega à vila e, com pena, convida Chaves ao cinema. Ao chegar ao cinema, começam diversas trocas de lugar devido ao escuro. Depois de interromper o cinema inteiro, Chaves começa a repetir uma das frases mais famosas do seriado: “- Era melhor ir ver o filme do Pelé!”. No dia seguinte, Seu Madruga leva Chiquinha e Chaves para assistir ao filme do Pelé.

Atores e Dubladores
Atores
Roberto Gómez Bolaños
Ramón Valdés
Florinda Meza
Rubén Aguirre
Angelines Fernández
Edgar Vivar
Maria Antonieta de las Nieves

Tô de Graça (seriado – Multishow)

Tô de Graça é uma série produzida pelo canal Multishow e co-produzida pela Bossa Nova Produções em parceria com a Rede Globo, dirigida por Marco Rodrigo. [1] A primeira temporada estreou no dia 7 de novembro de 2017 e teve seu final no dia 04 de dezembro de 2017. [2] Rodrigo Sant’Anna também assinou o texto e a criação do programa. O programa foi tão aceito pelo público, que em 2018, estreou a peça sobre o programa. [3] No mesmo ano, estreou a segunda temporada no dia 30 de agosto. [4][5][6]

Conta com Rodrigo Sant’Anna, Andy Gercker, Evelyn Castro, Isabelle Marques, Roberta Rodrigues, Estevam Nabote, Gui Santana e Eliezer Motta nos principais papéis.

Dona Graça é uma mulher trabalhadora e bem humorada, que sustenta a família com o dinheiro que ganha como catadora de latinhas. Ela é mãe de 13 filhos, embora com ela morem apenas 6 – a barraqueira Sara Jane, o criativo Miqui Jegue, que sempre está em busca de criar algo para ganhar dinheiro, a esteticista Marraia Karenn, a adolescente rebelde Briti Sprite, o confuso Maico, que não sabe que quer da vida ainda, além de Pablo, que acabou de sair da cadeia.

No convício diário de Graça ainda estão o ex-marido Moacir, um desempregado que vive na sua aba, a amiga Geralda, o dono do bar Canário, o chefe do morro Miliciano, além da ex-patroa Abigail, que agora vive falida e fugindo dos credores. Na segunda temporada entram novos personagens, como Cráudio, que é disputado por Graça e Suellen, sua nova vizinha.

A série é baseada nas observações do cotidiano da vida de Rodrigo Sant’Anna e na vida de sua avó, uma dona de casa baiana chamada Adélia. [7] A série critica famosos e faz sátiras, mas com leveza. Sant’Anna interpreta a protagonista Graça, mãe de 13 filhos, catadora de latinhas e pedinte. Os filhos que ela não deu moram em sua casa, aparecendo em todas as temporadas. Eliezer Motta interpreta o marido de Graça, Moacir. Dhu Moraes e Jorge Maya aparecem também nas duas temporadas. Flávia Garrafa interpreta Abigail, ex-patroa de Graça, mas que depois de seu marido ser preso, se refugia na casa de Graça e passa a ser a empregada. Ela apareceu com regular na primeira temporada, mas como na série sua personagem é presa, ela volta como recorrente em alguns episódios da segunda temporada. Flávia não apareceu na terceira temporada, pois estava gravando a telenovela Espelho da Vida. Já Ernani Moraes, apareceu apenas na primeira temporada. Rafael Zulu, Rita Guedes e Edmilson Barros reforçaram o elenco da série em sua segunda temporada.

1