• +(21) 99639-3362
  • contato@guilhermekroll.com

Campeonato Carioca – Primeira Fase

Macaé x Goytacaz – Fiel Turismo

Geraldo no Correão (Cabofriense x Macaé Esporte)

Súmula de Macaé Esporte 3 x 1 Goytacaz

Salinas Grill (Cabo Frio, RJ)

Hotel Dominguez Plaza (Nova Friburgo) – Hospedagem do Macaé Esporte no jogo contra o América F.C. no Estádio Eduardo Guinle

Imagens de Cabofriense 1 x 0 Macaé Esporte – no Correão (Cabo Frio, RJ)

Resende 0 x 1 Macaé Esporte – A Volta dos Que Não Foram…

Resende 0 x 1 Macaé Esporte – A Volta Dos Que Não Foram…

Um site esportivo anunciou que o Macaé Esporte voltou para a elite do futebol carioca. Como assim?

Só se for a “volta dos que não foram”…

Como dizem os torcedores de vários clubes: “Time grande não cai…”

A verdade é que o Macaé disputa, há mais de 10 anos, a fase principal do campeonato mais charmoso do Brasil.

“Todos foram heróis nessa conquista, mas existem 2 personagens que se destacam: o Presidente Mirinho e o super-técnico Josué Teixeira”, declarou o gerente de futebol, Guilherme Kroll.

“Nosso presidente teve a consciência de que a primeira entrada financeira seria na época da primeira rodada da Seletiva. Programou 30 dias de testes e treinamentos para que não houvesse atraso nos pagamentos.

A manutenção do Josué Teixeira (que sempre realizou grandes trabalhos no Macaé Esporte) foi a chave do sucesso. Trabalhamos com um elenco enxuto, sem a necessidade de perca de tempo com observações e peneiras.

A escolha do plantel foi outro grande acerto. O Mirinho tem uma cabeça privilegiada. Ele conhece futebol de forma diferenciada. Conhece profundamente grande parte dos jogadores profissionais do futebol brasileiro. E sabe contratar. Ele é um vereador de 10 mandatos (1 como suplente). Infelizmente, está sem mandato. A situação seria bem melhor se ele estivesse na ativa.

O Macaé foi à Resende com 6 jogadores oriundos da base (Matheus Babi, Charles, Luan, Henrique, Lepu e Alex). O Círio foi descoberto no Serra Macaense. Temos projetos na Lei de Incentivo ao Esporte. Queremos estruturar melhor o futebol macaense. Tudo é muito caro. Precisamos de parceiros nessa empreitada. Tenho convicção de que nosso Sub-20, sob o comando do Vandinho, do Ferreira, e do Quarenta, com muitos atletas da região, vai fazer bonito nessa temporada”, prosseguiu Kroll.

Ontem, no Estádio do Trabalhador, em Resende, o Macaé Esporte provou que só dependia das próprias forças, e conseguiu a vantagem num gol contra da zaga do adversário, após um excelente lançamento do lateral-esquerdo Matheus Oliveira, que originou uma entrada faltosa do goleiro do Resende no artilheiro Matheus Babi. O árbitro optou por observar a vantagem no lance, e a bola foi parar no fundo da rede.

O Goytacaz derrotou o Bonsucesso por 3 x 1, em Bacaxá, e terminou a fase com 10 pontos ganhos. A Cabofriense perdeu para o América, em Edson Passos, e também finalizou com 10 pontos.

O Macaé Esporte, ao derrotar o Resende por 1 x 0, também fechou com 10 pontos. O saldo de gols foi determinante.

“O importante é que estamos na Fase Principal do Cariocão-2018. Quarta-feira, estrearemos em Conselheiro Galvão (16:30 horas), enfrentando o Madureira. Sábado, pegaremos o Boavista, em Bacaxá.

Na próxima semana, receberemos o Botafogo, no Moacyrzão. Espero que o estádio esteja liberado na sua totalidade de público.

Falei, antes do início da competição, que esses 5 jogos serviriam de pré-temporada para a fase seguinte. Claro que isso foi um exagero, mas tenho certeza de que estamos bem preparados. Além disso, o Mirinho ainda vai surpreender com contratações pontuais”, finalizou Kroll.

Massas Castel (Nova Friburgo, RJ) – Rodízio de Massas e Pizzas – após o jogo Macaé Esporte 3 x 3 América

Macaé Esporte 3 x 3 América FC – no Estádio Eduardo Guinle (Nova Friburgo) – 10 de janeiro de 2018

A absurda interdição do Estádio Cláudio Moacyr trouxe mais uma viagem para a equipe profissional do Macaé Esporte, que luta com adversários tradicionais por uma vaga na Fase Principal do Campeonato Carioca 2018.

“A construção de uma pequena rampa de acesso à creche que a Prefeitura de Macaé está construindo num local isolado do estádio causou esse enorme transtorno. A verdade é que foi solicitado ao GEPE (Grupamento da Polícia Militar especializado em estádios de futebol) o aumento da capacidade de público no Moacyrzão. Eles vieram, de surpresa, num dia em que estávamos viajando. Ficaram chateados em encontrar a obra. Queriam ter sido avisados pela administração para poderem vir do Rio em outra data. Acontece que, quando foram solicitados, ninguém sabia dessa rampa. Resolveram interditar o estádio inteiro até voltarem aqui”, falou o gerente de futebol do Macaé, Guilherme Kroll.

O Macaé teve que ir à Nova Friburgo enfrentar o motivado América FC (RJ), e empatou em 3 x 3. Pipico desperdiçou um pênalti no início da partida, mas compensou anotando 2 golaços ao longo do jogo. Matheus Babi marcou seu primeiro gol como profissional, anotando o primeiro gol do confronto.

“Fizemos 2 x 0 no primeiro tempo e o jogo parecia dominado. Falhas individuais proporcionaram ao América reduzir o placar no último minuto da primeira etapa. Conseguiram o empate no início do segundo tempo, mas o Pipico nos colocou em vantagem novamente. Tomamos o empate num lance de bola parada. O Belarmino (lateral-direito do América) cabeceou no meio da nossa defesa.

Era um jogo para somar 3 pontos no Moacyrzão. O campo neutro prejudicou muito. Nesse sábado, jogaremos nossa vida em Resende. Só dependemos de nós. Esse ponto contra o América nos colocou em vantagem. Uma grande vitória contra o Resende será suficiente para atingirmos nosso objetivo. Estamos com a mesma pontuação que o Goytacaz, mas levamos vantagem no saldo, e no confronto direto”, prosseguiu Kroll.

A Cabofriense lidera com 10 pontos ganhos, Macaé e Goytacaz possuem 7. O Bonsucesso vem logo atrás com 6. Resende e América já estão eliminados.

“Bonsucesso e Goytacaz se enfrentam em Bacaxá. Se empatarem, podemos empatar também. Vamos jogar nosso 110% em Resende. O Josué Teixeira (técnico do Macaé) merece. O time sentiu um pouco a sequência de viagens e jogos, mas ele já revitalizou o trabalho. O Mirinho (presidente do clube) não dorme. Tenho certeza de que o time vai correr muito nessa decisão”, concluiu Kroll.

 

Cabofriense 1 x 0 Macaé Esporte – Correão (Cabo Frio) – 1a Fase do Campeonato Carioca 2018 – 06/01/18

Cabofriense 1 x 0 Macaé Esporte… o Passo T: Terceiro, Tropeço, Triste, Teve pênalti duvidoso, Tem volta…

“O Macaé perdeu na hora que podia perder”, falou o Presidente Mirinho aos jogadores após a derrota da equipe macaense, ontem, em Cabo Frio. A Cabofriense venceu por 1 x 0, num pênalti duvidoso, cobrado por Anderson Manga (formado na base do Macaé Esporte), aos 39 minutos do segundo tempo, quando o jogo caminhava para terminar empatado.

“A bola não bateu na mão do Luiz Felipe. Olhando pela décima vez, é possível que a bola tenha resvalado no cotovelo dele, mesmo assim não daria o penalti, mas não foi um lance fácil”, analisou Fabio Baiano, importante jornalista esportivo, após assistir o vídeo da partida.

A equipe de Cabo Frio assumiu a liderança da Primeira Fase do Cariocão 2018, somando 7 pontos ganhos. Macaé Esporte e Bonsucesso dividem a segunda colocação com 6 pontos. Goytacaz (4), Resende (3) e América (0) completam a tábua de classificação.

“O Macaé ainda irá enfrentar América e Resende. Na Série C do Brasileiro, estávamos numa situação tranquila, e perdemos para o Mogi, que já estava eliminado. Esse erro não vai se repetir. Contra o América, teremos a volta do Anderson, que fêz muita falta contra a Cabofriense”, falou o gerente de futebol do Macaé, Guilherme Kroll.

“A Polícia Militar fêz uma vistoria no Moacyrzão e encontrou uma pequena obra numa área não utilizada em dias de jogos. Já limpamos a área e finalizamos a obra. Segunda-feira, o estádio deverá ser liberado.

Rendo elogios para o Roy (técnico) e o Bráulio (preparador físico da Cabofriense). Eles souberam preparar o time para atuar num campo muito ruim. A bola não rolava. Além disso, o goleiro deles (George) foi eleito o melhor do jogo. Ele operou milagres. Finalizações do Babi, do Pipico, e do William, foram salvas por ele de forma espetacular. Não merecíamos a derrota.

O América pagará pelo que não fêz. A bola vai voltar a rolar. Nosso volume de jogo voltará ao normal. Três pontos, nesse jogo, nos colocará muito perto da classificação. Não podemos esquecer que Cabofriense e Bonsucesso se enfrentarão na próxima rodada. Só depende de nós”, finalizou Kroll.

Programação original

(modificada para concentração em Araruama)

123