• +(21) 99639-3362
  • contato@guilhermekroll.com

Campeonato Carioca 2018 – Fase Principal

Macaé Esporte 1 x 0 Flamengo

filho do Carlinhos Ganjão com o presente do Rodrigo Caetano

Relação do Flamengo

Vasco 2 x 1 Macaé Esporte – São Januário (Rio de Janeiro, RJ) – 01 de março de 2018 – Taça Rio – 1a rodada

Acompanho todos os treinamentos do Macaé Esporte e sou testemunha da excelência tática defensiva implantada pelo professor Josué Teixeira. Na semana do jogo contra o Vasco, em São Januário, a equipe macaense beirou a perfeição. O selecionamento dos atletas para exercer as determinadas funções também é preponderante. Alguns jogadores de menor aplicação, ou velocidade, perdem espaço.

Para melhorar ainda mais seu trabalho, Josué investiu num software que simula situações reais de jogo.

Na concentração no dia do jogo, no Ramada Encore, na Barra da Tijuca, houve uma simulação das inúmeras situações prováveis (e até das improváveis) que poderiam acontecer no jogo da noite. A verdade é que o Macaé Esporte foi extremamente bem preparado para São Januário, enfrentar um dos gigantes do futebol brasileiro, que recentemente conquistou vaga na Copa Libertadores da América, e que é dirigido por um dos melhores técnicos brasileiros da atualidade (Zé Ricardo).

Dominamos completamente o primeiro tempo, anulamos as principais jogadas vascaínas, e após um passe magistral do lateral-direito Marcelo, e de uma bela arrancada do Lepu, o volante Charles, de dentro da área, marcou o primeiro gol do jogo. Fomos para o vestiário vencendo por 1 x 0, e terminamos o jogo sem nenhuma grande defesa do nosso goleiro.

Tomamos 2 gols em bolas aéreas, que não vinham sendo a força vascaína. A primeira, de uma bola cruzada sem grandes pretensões, e a segunda, aos 51 minutos do segundo tempo, quando toda a pressão estava contra nós.

Alías, todos concordam que não se deve fazer ‘cera’ nos acréscimos. Muitos criticaram nosso bom goleiro Matheus por ter caído nesse período. É importante esclarecer o seguinte: quem estava sentindo muita dor era o nosso zagueiro. Ele caía para que os nosso zagueiro pudesse ter atendimento sem ser substituído. Simples assim. Não foi culpa dele. Foi fatalidade.

Agora teremos duas decisões. Temos que demonstrar valor. Nesse domingo, em Cabo Frio. Quarta-feira, em Macaé, contra o Volta Redonda. Queremos o G-8. Temos trabalho e mérito para isso.

Fluminense x Macaé Esporte – Hospedagem no Ramada Encore, na Barra (Rio de Janeiro)

Tabela de Jogos da Taça Rio 2018

Milena fotografando Macaé Esporte 1 x 2 Botafogo FR, no Moacyrzão – Taça Guanabara 2018

Fluminense 0 x 0 Portuguesa – 24 de janeiro de 2018 – Estádio Giulite Coutinho (Mesquita) – Canais Premiere

Fluminense 1 x 0 Macaé Esporte – Um Gol de R$ 7,5 Milhões num Sábado de Carnaval

Fluminense 1 x 0 Macaé Esporte – Um Gol de R$ 7,5 Milhões num Sábado de Carnaval

Essa crônica será escrita dedicada integralmente para o meu presidente Mirinho.

Confesso que demorei uma semana para escrever sobre nossa derrota para o Fluminense (1 x 0, sábado passado, em Los Larios). Ontem, sexta-feira de Carnaval, fui dormir assistindo ao gol tricolor, que estava sendo reprisado pelo Sportv, canal 39 da Sky. Por ironia do destino, acordei cedo, liguei a tv, e o mesmo jogo estava passando. Vi o gol novamente.

A verdade é que o segundo tempo foi extremamente equilibrado. Uma jogada brilhante do meia Robinho, que custou R$ 7,5 milhões aos cofres do Fluminense, que lançou o jovem Pedro nas costas da zaga macaense, causou o único desequilíbrio do nosso setor defensivo na partida. Isso não deveria acontecer, mas aconteceu.

Meu presidente Mirinho ficou triste com as derrotas seguidas para Botafogo, Portuguesa e Fluminense… mas não deveria.

Realizamos atuações equilibradas contra os gigantes do futebol brasileiro, mesmo tendo orçamento muito, mas muito, inferior ao dessas agremiações. Contra a Portuguesa, perdemos por falhas individuais do nosso goleiro. Não faltou atitude ao nosso plantel, nem na nossa comissão técnica, muito menos na nossa diretoria. Se tivéssemos empatado esses 3 jogos, teríamos alcançado a semifinal da Taça Guanabara. Isso não é pouco para quem jogou uma Seletiva sendo considerado a ‘zebra’ da competição.

Nosso plantel é reduzido e a pré-temporada foi curta. A sequência de jogos foi dura.

Com a chegada dos reforços tudo melhora. A parada do Carnaval foi ótima. Precisamos recuperar o alto astral. Temos um dos melhores treinadores de futebol do Brasil. Disso eu entendo. Ele é um gestor de atletas como poucos.

Vamos voltar a vencer. Sei que reforços ainda chegarão. Nosso objetivo maior é o G-8 do Cariocão. Mas quem sabe se não chegamos na semifinal da Taça Rio? Estamos no bolo. Ninguém é de ninguém. Nosso time é excelente. Confio demais. Caráter não falta. Trabalho também não.

O segredo de uma competição equilibrada é saber perder. Transformar derrotas sofridas em grandes vitórias. Isso irá acontecer. Nossos dirigentes são experientes e inteligentes. O tempo irá conspirar a nosso favor.

Preleção do Josué Teixeira

Hotel Ramada Encore Ribalta – Barra da Tijuca (Rio de Janeiro, RJ)

Jefinho na ESPN – Fluminense x Macaé Esporte, em Los Larios (Xerém)