• +(21) 99639-3362
  • contato@guilhermekroll.com

Sorocaba (SP)

São Bento (Sorocaba, SP) 2 x 1 Macaé Esporte – em Sorocaba, SP – gol do Luan

São Bento 2 x 1 Macaé Esporte – em Sorocaba (SP) – Campeonato Brasileiro Série C 2017 – 3a rodada – 28 de maio de 2017

 

Pergunta lá no Ypiranga
Por Guilherme Kroll

Atualizado: 29 de maio de 2017

O Macaé Esporte segue trabalhando forte para retomar seu lugar no topo do futebol brasileiro. Ontem, em Sorocaba, uma derrota com requintes de crueldade. Um início de jogo fulminante. No primeiro minuto, um chute forte do meia Rodrigo Dantas bateu na mão da zagueiro do São Bento dentro da área adversária, e a arbitragem poderia ter apitado pênalti. No segundo minuto, Cláudio Maradona, arrancou pela direita e, após ultrapassar dois adversários, foi derrubado, numa penalidade máxima incontestável. O meia Carlinhos cobrou o pênalti para fora do estádio.

No final, derrota por 2 x 1 para o São Bento, e o Macaé terminando a rodada em oitavo lugar, mas a 1 ponto do G-4.

“Quando analisamos a tabela do campeonato, sabíamos que os 4 primeiros jogos seriam um enorme desafio. Teríamos 3 confrontos com equipes estruturadas, fora de casa (Volta Redonda, São Bento e Ypiranga). Somente a partir da quinta rodada é que passaremos a exercer nosso direito de jogar no Moacyrzão. Temos que chegar nesse jogo contra o Tupi (5a. rodada) colados nos líderes. Temos que fazer um bom jogo em Erechim, domingo que vem. Somente após esse jogo contra o Ypiranga é que saberemos quais são os verdadeiros objetivos do Macaé Esporte nesse campeonato”, declarou Guilherme Kroll, gerente do Macaé.

“Começamos muito bem no jogo em Sorocaba. A torcida de Sorocaba comemorou a perca do pênalti como se fosse um gol deles. O São Bento foi crescendo durante a partida. Soube anular alguns pontos fortes da nossa equipe. Ainda faltam soluções para alguns problemas. Não podemos esquecer que só fizemos 3 coletivos até agora”, concluiu Kroll.

“Começamos o jogo muito bem, tivemos um pênalti a nosso favor logo no começo e acredito que se a gente fizesse o gol a história poderia ser diferente, pois o time deles iria se expor mais. Ainda tivemos outras oportunidades na primeira etapa, mas não marcamos. No segundo tempo, pesou a maturidade. Quando levamos o primeiro gol nos desestruturamos – analisou Roy, treinador do Macaé.

“Sabemos que o trabalho foi muito corrido, mas o que nos dá certeza que podemos ir longe é a postura da equipe nos jogos. O São Bento é uma equipe forte e tivemos possibilidade de ganhar o jogo. Mas a vida segue, vamos pensar agora no Ypiranga, mais um duelo difícil fora de casa”, concluiu Roy.

 

Macaé Esporte no Sorocaba Conventions Center (Sorocaba, SP)

1